No salto, porém culta. #1: A menina que roubava livros.

6 ago

A Menina que Roubava Livros (no original, The Book Thief) é um romance do escritor australiano Markus Zusak.

Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em ‘A menina que roubava livros’. Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, ‘O manual do coveiro’. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram esses livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto – e raro – de crítica e público.

Olá pessoas. Já faz um tempo que eu li esse livro, e antes mesmo de ler, muitos detalhes despertaram minha atenção. Com aquela capa tão bonita e um título tão diferente, corri para ler sua sinopse e para minha surpresa apenas estava escrito: “Quando a morte conta uma história, você pára para ouví-la”. Foi o bastante para despertar ainda mais a minha curiosidade. “A Menina Que Roubava Livros” é uma obra surpreendente, prazerosa e leve, que traz no seu conjunto uma bonita mensagem para a nossa vida, que nos transporta entre a inocência da infância de uma criança e a realidade brutal e horrorosa de uma guerra, sempre nos lembrando que a felicidade está logo ao nosso lado e que devemos aproveitá-la ao máximo enquanto podemos. O livro nos mostra que cada situação é única e que as pessoas se viram da maneira como podem para sobreviver e conviver com aquilo que lhe é guardado. A inocência e as palavras, é tudo o que o livro é.

Anúncios

14 Respostas to “No salto, porém culta. #1: A menina que roubava livros.”

  1. não me mande flores 06/08/2010 às 18:51 #

    Obrigada pela dica, esse eu ainda não li! :)

    Beijo e um ótimo findi para você!

  2. Ana 06/08/2010 às 21:13 #

    Já ouvi falar muito desse livro, pena que ainda não tive a oportunidade de ler. Espero pegá-lo em breve ^^

  3. Carol 06/08/2010 às 21:50 #

    Esse livro é excelente!! Uma segunda paixão, a leitura!

    Beijão

  4. Bruna 07/08/2010 às 0:32 #

    Praticamente devorei esse livro, e assim que tiver tempo quero ler de novo. É muito bom! A história, o jeito da narradora, os comentários… Tudo.
    Beeijo

  5. Carla Sant'Anna 07/08/2010 às 1:47 #

    Parece legal! Vai entrar pra minha listinha de leitura… rs

    Beijinhos

  6. Juh 07/08/2010 às 8:21 #

    Flor
    amei essa nova tag aqui no blog,eu simplesmente amo ler!
    eu jah ouvi bastante sobre esse livro,apesar de ter despertado a minha curiosidade desde o primeiro momneto ainda não li,fikei mais curiosa ainda depois de ler td essa sinopse!
    bjoks

  7. Samara Correia 07/08/2010 às 11:52 #

    Aihh e utenho ele aqui em casa, mas não amei tanto assim.

    A história em si (o argumento) é bom, mas achei a forma como o Markus escreve muito arrastada, tinha horas que eu quase desistia de ler, só continuava pela curiosidade.

    Mas.. de qualquer forma, foi uma boa leitura =D

    bjus!

    • Mía 13/08/2010 às 10:20 #

      Samara, oq acontece é q na tradução do livro, o tradutor quis “reescrever” o livro da maneira q os brasileiros entendam. Eu tenho as duas versões. A original (em inglês) e a em português e posso te dizer que a versão original é sem dúvida melhor q a traduzida. Inclusive, têm alguns fatos não mencionados. Eu amei este livro e até hoje não consegui encontrar um q o supere. Nem os outros livros do mesmo autor.

  8. Betty Gaeta 07/08/2010 às 16:10 #

    Eu adoro este livro! É meigo sem ser piegas, mas eu chorei, e como chorei, em algumas partes.
    Bjkas e um ótimo sábado para vc.

  9. Cris Lima 07/08/2010 às 23:05 #

    Já ouvi falar desse livro, mas ainda não li!
    Obrigada pela dica!

    bjO

  10. Carol 07/08/2010 às 23:29 #

    Oi Patty!!!
    Caprichou na inauguração da tag heim?!
    Esse livro é um dos melhores que eu já li!! Me fascinou!
    Historia linda e comovente…
    Beijos e parabéns pela indicação!

  11. Renatinha Araújo 08/08/2010 às 1:23 #

    Hey !
    O Blog Glamour Feminino está com parceria com a Loja do Altivo.
    Juntos nós iremos sortear o livro GOSSIP GIRL: AS DELÍCIAS DA FOFOCA – VOL.1, da autora Cecily Von Ziegesar e editora Galera Record.
    Para participar é fácil, acesse o endereço abaixo e siga as regrinhas!
    http://glamourfeminino.blogspot.com/2010/08/loja-do-altivo-glamour-feminino.html

    Conto com a sua participação, amiga!
    Beijos!

  12. Aninha 09/08/2010 às 18:09 #

    Oi Vi
    Já me indicaram esse livro, mas ainda não li!!!
    Bjo

  13. Camila | Hoje Acordei Fashion! 10/08/2010 às 20:35 #

    Só ouço maravilhas desse livro, preciso comprar!!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: